Cicloturismo na Mítica Estrada Nacional 2 em Portugal
Featured

Cicloturismo na Mítica Estrada Nacional 2 em Portugal

O ciclismo tem sido amplamente promovido no planejamento e nas políticas de mobilidade do norte da Europa como uma forma sustentável de transporte mais saudável, e os benefícios desta atividade física para o ciclista implicam a melhoria da saúde e da qualidade de vida, juntamente com a liberdade, a sociabilidade e a redução dos custos de viagem.

É notável o avanço que algumas cidades europeias tiveram no incentivo ao ciclismo utilitário nos últimos anos com a implantação de estruturas para este meio de transporte. Com consequente aumento do número de ciclistas e diminuição da frota de veículos, Copenhague, a capital da Dinamarca, é o caso mais notável.


O ciclismo tem sido alvo de atenção do setor de transporte e planejamento devido a necessidade de melhorias do transito de veículos nas cidades, do setor ambiental devido às questões de emissão de gases poluentes dos veículos automotores, e mais recentemente do setor de saúde pública devido aos benefícios trazidos aos praticantes de atividades físicas em relação à saúde como redução do risco de uma série de doenças que irão trazer mais qualidade de vida para as pessoas e reduzir o número de pessoas em hospitais e de necessidades de auxílio por parte do governo.


Estudos de intervenção entre adultos em idade ativa indicaram melhorias consistentes na aptidão cardiovascular e algumas melhorias nos fatores de risco cardiovascular devido ao deslocamento diário de bicicleta, tais evidências existentes reforçam os esforços atuais para promover o ciclismo como um importante contributo para uma melhor saúde da população.


A Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda que cada indivíduo adulto faça entre 150 e 300 minutos de atividade física de intensidade moderada ou 75 a 150 minutos de atividade física de intensidade vigorosa por semana. A prática regular de Atividade Física pode proporcionar benefícios para a Qualidade de Vida em diversas faixas etárias, e há evidências que a associação entre atividade física e qualidade de vida é positiva.


Federação Portuguesa de CiclismoCyclin' Portugual

Esta modalidade é uma atividade que combina benefícios para a saúde, para o ambiente e para o turismo, sendo cada vez mais praticado em todo o mundo. Em Portugal, o ciclismo tem ganhado destaque nos últimos anos, tanto no âmbito competitivo como no recreativo, com o surgimento de novas rotas, eventos e programas que promovem o país como um destino de excelência para os amantes das duas rodas. Um desses programas é o “Cyclin`Portugal”, uma iniciativa da Federação Portuguesa de Ciclismo que visa valorizar o património natural, cultural e gastronómico do país, através da oferta de percursos cicláveis e centros de ciclismo, que abrangem diferentes regiões, modalidades e níveis de dificuldade. Outra instituição que promove o ciclismo em Portugal é a Federação Portuguesa de Cicloturismo e Utilizadores de Bicicleta (FPCUB) que tem como objetivos a defesa do ambiente, divulgação do patrimônio cultural e promoção da bicicleta como forma de mobilidade sustentável.

Federação Portuguesa de Cicloturismo


A Estrada Nacional 2, a maior de Portugal com 738km de extensão e 8700m de ganho de elevação, foi projetada para promover o turismo interno, permitindo que os viajantes explorassem as paisagens, vilas e cidades de maneira mais acessível, ligando a cidade de Chaves em Trás-os-Montes à cidade de Faro no Algarve. A estrada foi oficialmente inaugurada em 1945, mas sua história remonta a muito antes disso, com partes da rota já existentes no século XIX. A Estrada Nacional 2 é considerada um dos melhores destinos de cicloturismo da Europa, atraindo milhares de ciclistas todos os anos, que procuram conhecer a diversidade e a riqueza das paisagens, das culturas e das pessoas que compõem o território nacional. O que a torna verdadeiramente especial é o fato de ser a única estrada na Europa que atravessa um país de ponta a ponta. Apenas mais duas estradas no mundo compartilham esse feito: a Route 66 nos EUA e a Ruta 40 na Argentina.

Rota Estrada Nacional 2


Segundo a quinta edição do guia “Portugal de Norte a Sul pela mítica Estrada Nacional 2” esta rota é adequada a circulação cicloturística, e tal decorre pelo facto de várias vias (IPs e ICs) terem sido implantadas em traçados paralelos ao da EN2, absorvendo grande parte do tráfego que nela circulava. Para além disto, existem antigos troços da EN2 que foram substituídos por novos, paralelos e com novo perfil. Acresce um conjunto de ecopistas paralelas a EN2, que fazem desta rota uma via de eleição para a circulação cicloturística, tornando-a bastante segura em grande parte do seu traçado.


Semana Europeia Cicloturismo 2024

Neste ano de 2024 acontece na cidade de Vila Pouca de Aguiar a Semana Europeia de Cicloturismo, entro os dias 29 de junho e 6 de julho, que é o maior encontro europeu de cicloturismo. A Estrada Nacional 2, que divide o país ao meio, atravessa a cidade de Vila Pouca de Aguiar, que fica localizada no distrito de Vila Real e é uma das paragens ao longo desta rota.


Pede-se que os ciclistas que percorrem a Estrada Nacional 2 sigam as recomendações de segurança para ciclismo em Portugal como o uso de capacetes, óculos de proteção, luvas e luzes, e obedeçam o Código de Estradas para Bicicletas em Portugal.


Entre os dias 10 e 17 de agosto de 2024 o ciclista Leonardo Holderbaum, que é natural de Petrópolis, junto com a ciclista Carla Mata, que é natural de Portugal, percorrerão a Estrada Nacional 2, e usarão uma bicicleta do tipo estrada convencional da marca Trek modelo Émonda SL6pro e outra bicicleta do tipo touring elétrica (e-bike) da marca Trek modelo FX2.

Estrada Nacional 2 em Bicicleta

Durante esta viagem sobre duas rodas o ciclista Leonardo Holderbaum, que é estudante do Programa de Doutoramento em Atividade Física e Saúde da Faculdade de Desporto da Universidade do Porto (FADEUP) irá recolher dados em campo que servirão para o estudo que embasará a sua tese de doutoramento. Para além disto, outros ciclistas que já percorreram ou que irão percorrer a Estrada Nacional 2 em bicicleta poderão participar deste estudo respondendo questionários e também nos dando feedbacks durante a sua jornada na Estrada Nacional 2. Os ciclistas que tiverem interesse em participar do estudo podem contactar o investigador responsável através dos contatos abaixo.

 

 

Política de Cookies
Política de Cookies

Usamos cookies em nosso site para melhorar sua experiência. Ao clicar em "Aceitar Tudo", você concorda com o uso dos cookies. Pode ainda clicar em "Politica de Privacidade" para conhecer como tratamos esse assunto.

ACIPE

Siga-nos!

Canais de Atendimento

Horário Comercial

Seg-Sex 10:00-17:00

hs. no Rio - 🇧🇷